terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

As palavras como companhia...


 
 





Porque escrevo...
 
Como é difícil encarar a realidade
Prefiro , a maioria das vezes, refugiar-me
No meu cantinho predilecto, onde tudo é possível
Meu cantinho das letras, onde posso tornar realidade
Através das palavras, um mundo que eu posso encarar
Claro, que não vivo com falsas ilusões ou fora da realidade
Mas uma coisa é certa: com as palavras posso fazer a minha realidade
Posso sonhar sonhos impossíveis
Posso ir a lugares inimagináveis
Só uma coisa não posso: inventar sentimentos não vividos
Pois os sentimentos que tentarmos tornar palavras, foram sentidos
Caso contrário, ficaria uma narrativa insonsa e falsa, onde não haveria identificação
Onde não haveria interesse, nem realidade
Escrevo sobre o Amor, pois eu amo estar apaixonado
Seja pela vida, seja por alguém, pela música, por uma situação, por um livro
Uma realização
E para poder escrever sobre o Amor, é preciso estar apaixonado
Pois nem sempre ele tem final feliz, mas existem os momentos felizes
Estes são importantes na nossa vida, capturarmos e deixá-los inesquecíveis
Por isso escrevo, por isso vivo, por isso amo.
Abraços e Beijinhos.
Vosso,
José

 
 

Enviar um comentário